Home | Glossário | Fale conosco  

  

Anfíbios e Répteis - litoral alagoano

 

Os anfíbios são animais que não se adaptaram completamente à vida terrestre. vivem meio em chão firme e meio na água, pois dependem dela para a reprodução. É nela que a maioria dos anfíbios põe seus ovos, dos quais nascem os girinos. Cada girino sofre uma grande transformação - uma metamorfose, até tornar-se jovem e passar a levar vida terrestre. No litoral de Alagoas encontram-se onde quer que haja água doce: brejos, lagoas, terras alagadiças.


O nome réptil se refere ao modo como esse grupo de animais se locomove. Réptil vem de reptar, verbo pouco usado, que significa rastejar, arrastar-se. Ao grupo pertencem cobras, lagartos, tartarugas e jacarés. Todos dependem do ambiente para regular a temperatura do corpo, por isso a grande maioria vive em regiões tropicais e subtropicais. Existem espécies terrestres ou aquáticas e algumas habitam o litoral de Alagoas, nas restingas, rios, lagoas e no mar. Várias estão incluídas na lista oficial de animais ameaçados de extinção, como jacaré-de-papo-amarelo e as tartarugas marinhas.
 

A seguir, as principais espécies dos dois grupos, presentes no litoral alagoano.


Sapo-cururu (Bufo sp)

Anfíbio muito comum por todo o Brasil. Mede cerca de 18 centímetros. Tem sob a pele glândulas de veneno que o protegem de predadores, mas é inofensivo e útil para o homem, pois se alimenta de insetos que atacam lavouras e transmitem doenças.

Fonte: Guia do Meio Ambiente - Litoral de Alagoas
Disponível em:
http://www.frigoletto.com.br


Perereca (Hyla sp)

Vive nas restingas e cidades, a maior parte do tempo entre a vegetação, com hábitos crepusculares e noturnos. Nas pontas dos dedos, este anfíbio possui pequenos discos que funcionam como ventosas, permitindo-lhe escalar árvores e paredes. Alimenta-se de insetos e artrópodes.

Fonte: Guia do Meio Ambiente - Litoral de Alagoas
Disponível em:
http://www.frigoletto.com.br


(Leptodactylus labirynthicus)

Vive em pequenas massas d'água. De hábitos noturnos, este anfíbio alimenta-se de vermes, artrópodes e insetos. A pele é mais úmida e mais lisa que a do sapo. As longas patas traseiras lhe permitem grandes saltos. Na época de reprodução, o macho "canta" e atrai a fêmea para a água, onde ocorre o acasalamento. O macho abraça a fêmea pelas costas e, à medida que ela expele os óvulos, ele os vai fecundando.

Fonte: Guia do Meio Ambiente - Litoral de Alagoas
Disponível em:
http://www.frigoletto.com.br


Teju (Tupinambis tequixim)

Habita a caatinga, restinga e campos perto d'água. vive no chão e se abriga em tocas cavadas na terra. Réptil onívoro: alimenta-se de insetos, pequenos vertebrados (inclusive peixes), ovos, frutos e animais mortos.

Fonte: Guia do Meio Ambiente - Litoral de Alagoas
Disponível em:
http://www.frigoletto.com.br


Camaleão (Iguana iguana)

Vive nas árvores das matas, cerrados, restingas e caatingas, às vezes perto d'água. Alimenta-se principalmente de folhas verdes e frutos. Pode medir 1 metro de comprimento. Muda de cor para se camuflar entre a vegetação e passar despercebido. A fêmea deste réptil põe até 30 ovos, que enterra na areia para serem incubados.

Fonte: Guia do Meio Ambiente - Litoral de Alagoas
Disponível em:
http://www.frigoletto.com.br


Calango-verde (Ameiva ameiva)

Mede cerca de 30 centímetros. Habita áreas abertas, restingas, caatingas e bordas de mata, em terra firme. Tem por hábito escavar, em busca de alimento e abrigo. Insetos, artrópodes, pequenos vertebrados, animais mortos e vegetais fazem parte da alimentação deste réptil.

Fonte: Guia do Meio Ambiente - Litoral de Alagoas
Disponível em:
http://www.frigoletto.com.br


Salamanta (Epicrates cenchria)

No chão ou trepada nas árvores, vive nas restingas, caatingas e florestas. Alimenta-se de mamíferos, aves, ovos de aves e lagartos. Réptil bastante temido pela população, apesar de inofensivo.

Fonte: Guia do Meio Ambiente - Litoral de Alagoas
Disponível em:
http://www.frigoletto.com.br


Lagartixa-preta ou Catenga (Tropidurus hispidus)

Encontrada na restinga e nos muros e cercas das cidades. Alimenta-se de insetos, artrópodes e às vezes de pequenos vertebrados. Conforme seu tamanho, a fêmea põe de 4 a 14 ovos.

Fonte: Guia do Meio Ambiente - Litoral de Alagoas
Disponível em:
http://www.frigoletto.com.br


Jacaré-de-papo amarelo (Caiman latirostris)

Habitante dos rios, várzeas e lagoas de água doce ou salobra. Chega aos 2 metros de comprimento. Come peixes, répteis, pequenos mamíferos, crustáceos, moluscos e até insetos. A fêmea põe em média 25 ovos, que cobre com restos vegetais e terra para a incubação. Está ameaçado de extinção em Alagoas, graças à destruição de seu ambiente e à perseguição de pescadores e caçadores, que vendem sua carne e seu couro.

Fonte: Guia do Meio Ambiente - Litoral de Alagoas
Disponível em:
http://www.frigoletto.com.br


Cágado (Phrynops geoffroanus)

Vive em lagoas, açudes, áreas alagadiças, e em torno dessas áreas, em terra firme. Mede cerca de 27 centímetros. É onívoro - come de tudo: peixes, girinos, vermes, insetos, algas, restos vegetais.

Fonte: Guia do Meio Ambiente - Litoral de Alagoas
Disponível em:
http://www.frigoletto.com.br


As tartarugas do mar

 

Há várias espécies deste réptil, amplamente distribuídas pelos mares das regiões tropicais e subtropicais de todo o mundo. Ameaçadas de extinção, chegaram a desaparecer quase que completamente de alguns pontos do litoral alagoano, devido à coleta dos ovos, ao abate das fêmeas que subiam às praias para desovar, à ocupação das areias e à captura acidental pelas redes de pesca. A tartaruga-marinha só vem à praia para pôr ovos. Escavando com as patas de trás, faz um ninho onde põe de 100 a 350 ovos, que ela cobre de areia. Então, a mãe volta para o mar. Para nadar, a tartaruga-marinha possui patas em forma de remos.


Tartaruga-verde (Chelonia mydas)

Atinge até 1 metro e meio de comprimento e pode pesar até 250 quilos. Usa o litoral de Alagoas como zona de alimentação e aqui pode, ocasionalmente, desovar, mas se reproduz principalmente em ilhas oceânicas.

Fonte: Guia do Meio Ambiente - Litoral de Alagoas
Disponível em:
http://www.frigoletto.com.br


Tartaruga-cabeçuda (Caretta caretta)

Grande animal, de até 250 quilos, que habita todo o litoral. Alimenta-se principalmente de algas, mas pode comer pequenos peixes, crustáceos e moluscos.

Fonte: Guia do Meio Ambiente - Litoral de Alagoas
Disponível em:
http://www.frigoletto.com.br


Tartaruga (Lepdochelys olivacea)

É a tartaruga comum, a menos dentre as tartarugas marinhas e chega a medir 1 metro de comprimento. Alimenta-se principalmente de algas que encontra no fundo do mar e perto dos recifes. Desova nas praias do extremo sul do Estado.

Fonte: Guia do Meio Ambiente - Litoral de Alagoas
Disponível em:
http://www.frigoletto.com.br

 

 

 ot14.gif (148 bytes) Menu Geo Alagoas

Frigoletto.com.br - A geografia em primeiro lugar

Copyright © 2000 - 2004 Eduardo Frigoletto de Menezes. All Rights Reserved