Home | Glossário | Fale conosco  

  

 

OMC questiona relatório da ONU sobre direitos humanos

 

GENEBRA (Reuters) - Autoridades da Organização Mundial do Comércio (OMC) expressaram profunda preocupação com o relatório da Alta Comissária da ONU para os Direitos Humanos, Mary Robinson, que descreve o organismo como um pesadelo para os países pobres.

 

Em carta para Robinson, cuja cópia foi obtida pela Reuters, o vice-diretor-geral da OMC, Miguel Rodriguez, diz que o relatório entra em confronto com a visão do secretário-geral da ONU, Kofi Annan.

 

Rodriguez diz no texto que a carta foi enviada a pedido do diretor da OMC, Mike Moore.

 

Em linguagem diplomática, mas firme, Rodriguez também expressa "surpresa'' pelo fato de os dois juristas que preparam o documento não terem procurado as opiniões da OMC.

 

O relatório foi escrito por J.Oloka-Onyango, de Uganda, e Deepika Udagama, do Sri Lanka.

 

O documento está focado na "Globalização e seu Impacto no Cumprimento Total dos Direitos Humanos'' (''Globalisation and its Impact on the Full Enjoyment of Human Rights'').

 

O relatório será discutido e possivelmente aprovado na próxima sessão da Comissão de Direitos Humanos da ONU, durante seu encontro anual de seis semanas em Genebra, nos meses de março e abril.

 

As regras da OMC são apresentadas no relatório como ''injustas e até prejudiciais'' às economias mais pobres e desenhadas de maneira a permitir que os países mais ricos imponham seus desejos.

 

Fontes diplomáticas disseram que a carta foi respondida por Bertie Ramcharand, vice de Mary Robinson, que está de férias. A resposta diz que a carta original será repassada aos juristas.

 

Ramcharand também sugeriu um encontro entre representantes da OMC com um membro da comissão.

 

26/08/2000

 

 ot14.gif (148 bytes) Menu Geo Econômica

Frigoletto.com.br - A geografia em primeiro lugar

Copyright © 2000 - 2004 Eduardo Frigoletto de Menezes. All Rights Reserved